SOBRE A IGREJA CATÓLICA

JESUS CRISTO SALVADOR

A PROFISSÃO DA FÉ CRISTÃ   CREIO EM JESUS CRISTO, FILHO ÚNICO DE DEUS   A BOA-NOVA: DEUS ENVIOU O SEU FILHO 422. «Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher e sujeito à Lei, para resgatar os que estavam sujeitos à Lei e nos tornar seus filhos...

Liturgia

  O ato de prece mais importante na Igreja Católica é, sem dúvida, a liturgia Eucarística, normalmente chamada de Missa. A liturgia, que é centrada na missa, é a celebração oficial e pública do "Mistério de Cristo e em particular do seu Mistério Pascal". Através dela, "Cristo continua na...

Culto e prece

  Na Igreja Católica, para além do culto de adoração a Deus (latria), existe também o culto de veneração aos Santos (dulia) e à Virgem Maria (hiperdulia). Estes dois cultos, sendo a latria mais importante, são muito diferentes, mas ambos são expressos através da liturgia, que é o...

Estrutura e cargos Igreja Católica

  A Igreja Católica tem uma hierarquia, sendo o seu Chefe o Papa. A expressão "Santa Sé" significa o conjunto do Papa e dos dicastérios da Cúria Romana, que o ajudam no governo de toda a Igreja. A Igreja tem uma estrutura hierárquica de títulos que são, em ordem descendente: Papa,...

Cinco Mandamentos da Igreja Católica

  Os cinco mandamentos ou preceitos da Igreja Católica (não confundir com os Dez Mandamentos da Lei de Deus), na sua forma atual, foram estabelecidos pelo Papa João Paulo II e promulgados em 2005 pelo Papa Bento XVI, onde suprimiu-se o termo "dízimos" do quinto mandamento (pagar...

Sacramentos Igreja Católica

  Dentro da fé católica, os sacramentos, que a Igreja acredita serem instituídas por Jesus, são gestos e palavras de Cristo que concedem e comunicam a graça santificadora sobre quem os recebe. Sobre os sacramentos, São Leão Magno diz: "«o que era visível no nosso Salvador passou para os...

Dez Mandamentos e a Moral da Igreja católica

  Dez Mandamentos e a Moral   Existem várias representações dos Dez Mandamentos, que é a base e o mínimo fundamental da Lei moral (ou Lei de Deus), devido à diversidade de traduções existentes. A mais utilizada é aquela ensinada actualmente na catequese de língua portuguesa da...

Eclesiologia

  A Igreja Católica define-se pelas palavras do Credo Niceno-Constantinopolitano, como: «una» porque nela subsiste a única instituição verdadeiramente fundada e encabeçada por Cristo para reunir o povo de Deus, porque ela tem como alma o Espírito Santo, que une todos os fiéis na...

Jesus, a salvação e o Reino de Deus

  Jesus Cristo é a figura central do Cristianismo, porque, por vontade de Deus Pai, ele encarnou-se (veio à Terra) para anunciar a salvação à humanidade inteira, "ou seja: para nos reconciliar a nós pecadores com Deus; para nos fazer conhecer o seu amor infinito; para ser o nosso modelo de...

Dogmas e Santíssima Trindade

  Na Igreja Católica Romana, um dogma é uma verdade absoluta, definitiva, imutável, infalível, inquestionável e absolutamente segura sobre a qual não pode pairar nenhuma dúvida . Uma vez proclamado solenemente, nenhum dogma pode ser revogado ou negado,...
1 | 2 >>

 

No Catolicismo, um dogma é uma verdade absoluta e inquestionável revelada por Deus, logo o dogma é imutável e definitivo, não podendo ser revogado. 

 

Uma verdade proveniente da Revelação divina só pode ser considerado um dogma quando ela é proposta pela Igreja Católica diretamente à sua fé, através de uma definição (clarificação) solene e, portanto, infalível da Igreja e do posterior ensinamento de seu magistério ordinário. Para que tal aconteça, são necessárias duas condições:

 

O Sentido deve estar suficientemente manifestado;

A doutrina em causa deve ser definida pela Igreja como revelada.

 

A Igreja Católica proclama a existência de 43 Dogmas, subdivididos em 8 categorias diferentes:

ORAÇÃO PELOS SEMINARISTAS

Deus, nosso Pai
que pela Vossa Palavra
tudo criastes e tudo sustentais, 
nós Vos damos graças, 
pelo dom do Vosso Filho, Jesus,
Palavra viva e reconciliadora. 
N´Ele manifestais o esplendor da Vossa glória,
para que acreditando n´Ele, 
vivamos segundo a Palavra
que nos cria de novo.
Nós Vos bendizemos 
pelo dom do ministério sacerdotal,
pelo qual associais aos primeiros discípulos, 
que acreditam em Jesus, outros companheiros
que continuam a servir à humanidade
o alimento da Palavra, 
o banquete da Eucaristia
e a via da Reconciliação.
Nós Vos pedimos pelos seminaristas
e seus educadores, 
para que abram os corações à Palavra
e a vivam com desassombro, 
dando testemunho da Vossa alegria no mundo. 
Maria, mãe de Jesus e nossa mãe, 
vós que conheceis as necessidades humanas
e ensinais a viver como diz o vosso Filho. 
abri novos corações para a disponibilidade
de viver ao serviço da alegria. 
Maria, repeti hoje aos nossos corações:
"Fazei o que Ele vos disser". 
Amen. Deus, nosso Pai
que pela Vossa Palavra
tudo criastes e tudo sustentais, 
nós Vos damos graças, 
pelo dom do Vosso Filho, Jesus,
Palavra viva e reconciliadora. 
N´Ele manifestais o esplendor da Vossa glória,
para que acreditando n´Ele, 
vivamos segundo a Palavra
que nos cria de novo.
Nós Vos bendizemos 
pelo dom do ministério sacerdotal,
pelo qual associais aos primeiros discípulos, 
que acreditam em Jesus, outros companheiros
que continuam a servir à humanidade
o alimento da Palavra, 
o banquete da Eucaristia
e a via da Reconciliação.
Nós Vos pedimos pelos seminaristas
e seus educadores, 
para que abram os corações à Palavra
e a vivam com desassombro, 
dando testemunho da Vossa alegria no mundo. 
Maria, mãe de Jesus e nossa mãe, 
vós que conheceis as necessidades humanas
e ensinais a viver como diz o vosso Filho. 
abri novos corações para a disponibilidade
de viver ao serviço da alegria. 
Maria, repeti hoje aos nossos corações:
"Fazei o que Ele vos disser". 
Amen. 

Deus, nosso Pai

que pela Vossa Palavra

tudo criastes e tudo sustentais, 

nós Vos damos graças, 

pelo dom do Vosso Filho, Jesus,

Palavra viva e reconciliadora. 

N´Ele manifestais o esplendor da Vossa glória,

para que acreditando n´Ele, 

vivamos segundo a Palavra

que nos cria de novo.

Nós Vos bendizemos 

pelo dom do ministério sacerdotal,

pelo qual associais aos primeiros discípulos, 

que acreditam em Jesus, outros companheiros

que continuam a servir à humanidade

o alimento da Palavra, 

o banquete da Eucaristia

e a via da Reconciliação.

Nós Vos pedimos pelos seminaristas

e seus educadores, 

para que abram os corações à Palavra

e a vivam com desassombro, 

dando testemunho da Vossa alegria no mundo. 

Maria, mãe de Jesus e nossa mãe, 

vós que conheceis as necessidades humanas

e ensinais a viver como diz o vosso Filho. 

abri novos corações para a disponibilidade

de viver ao serviço da alegria. 

Maria, repeti hoje aos nossos corações:

"Fazei o que Ele vos disser". 

Amen.