O DOM DA PROFECIA

O DOM DA PROFECIA
Ensinamento sobre o dom da Profecia
Emília Martins
 
Os grupos de oração car\ismáticos constituem pequenas comunidades de fé, alimentadas pela palavra, e ao mesmo tempo numa comunhão de amor fraterno, onde a oração brota espontaneamente, através do espírito de abertura; fruto do Espírito Santo.
 
A oração carismática é essencialmente guiada pelo Espírito Santo.
É Ele quem deve agir, inspirar e mover.
Numa oração carismática sempre se manifestará a ação do Espírito Santo através dos seus dons.
 
Pela Efusão do Espírito recebemos graças divinas, que fazem de nós um povo cristão, profético, ao qual são distribuídos dons e carismas, segundo a vontade de Deus .
 
Esta noite vamos falar sobre o dom de profecia.
 
Ao falarmos de profecia, vem-nos à ideia os profetas do Antigo Testamento, mas não è disso que vamos falar propriamente.
 
Falando da importância do dom de profecia na reunião de oração, S. Paulo, na primeira Carta aos Coríntios, cap 12, 13 e 14, nos adverte quanto à importância dos dons do Espírito Santo, na vida do crente e na vida da comunidade. 
 
PROCURAI O AMOR. Entretanto, aspirai aos dons do Espírito, principalmente à profecia -1Cor 14,1.
Aquele que tem o dom da profecia é alguém que tem intimidade com Deus, pois a profecia é um sinal do amor de Deus, e não um sinal de santidade.
O nosso profetizar é sempre imperfeito e devemos ser sempre ponderados.
A profecia é um dom do Senhor, uma ação de Deus; Deus é amor; O Senhor está mais ansioso para nos falar, do que nós para O ouvir, devemos cooperar o mais possível com o seu amor, o Espírito Santo, que nos unge, e essa unção é a chave que nos permite  saber que o Senhor quer dizer.
 
S. Paulo exortava a comunidade de Coríntio a profetizar, mas com ordem.
 
“A cada um è dada uma manifestação do Espírito, para o proveito comum. A uns è dada, pelo Espírito, a PROFECIA” – Cor 12, 7-10
“A uns, Cristo constituiu apóstolos. A outros, PROFETAS. A outros, evangelistas…” - Ef 4,11
 
“Temos dons diversos, conforme a graça que nos foi concedida . Aquele que tem o DOM DO PROFECIA, exerça-o conforme a Fé”. – Rom 12,6
 
A profecia é um dom carismático dado  pelo Espírito Santo a alguns fiéis que conhecem os dons e crêem neles, e são sempre para enriquecimento da Comunidade, no nosso caso, o grupo de Oração.
 
A profecia ocorre em primeiro lugar, pela escuta das palavras do Senhor no nosso intimo e depois pela transmissão dessas palavras na fé, sob unção (Atos 2,14-18)
O ideal é que a profecia aconteça de maneira adequada, em voz alta, e clara de modo compassado e humilde, pois é assim que o Espírito atua através de nós.
 
O momento próprio para profetizar depende da estrutura do grupo de oração.
 
O ciclo da oração no renovamento carismático:
CANTICOS – ORAÇÃO de LOUVOR – ORAÇÃO em LINGUAS: E depois a profecia; a seguir á oração em línguas á o momento de escuta SILENCIO, e o Senhor vem consolar o seu povo; advertir, encorajar, dar a sua paz , dar esperança , força , orientar  e curar.
 
Ninguém pode dizer Senhor a não ser pela ação do Espírito Santo, a ação de Deus está em que, através do seu Espírito, devemo-nos ajudar uns aos outros.
Pelo discernimento sabemos o que é verdadeiro: A comunidade deve avaliar, discernir se a profecia é realmente do Senhor
A finalidade da profecia é levar as pessoas a uma mudança de vida, foi o que se passou no episódio de Jesus e Samaritana.
Outra regra para o discernimento da profecia é que ela seja julgada à luz dos ensinamentos cristãos e bíblicos.
 
Por vezes acontece a não PROFECIA. Ela é composta de uma mensagem piedosa ou um recado que nós próprios queremos dar a alguém; é uma mensagem da nossa imaginação e não do Espirito Santo.
Não é que isso seja uma coisa má, mas devemos evitar; Quando não temos a certeza se é profecia devemos pedir esclarecimento ao Espirito Santo ou pedir ajuda ao irmão que esta ao nosso lado, e se não há certezas é preferível não falar.
 
A verdadeira profecia vem sempre marcada com a luz do Espirito Santo, e onde Ele bate deixa marcas.
Para quem ela é dirigida, apercebem-se que aquelas palavras  foram destinadas para si, normalmente há sempre algum esclarecimento: alegria, esperança, fé conselho, orientação, sobretudo o Senhor fala-nos muito do Seu amor e do Seu perdão, e isso consola-nos muito.
 
PROFECIA EM LINGUAS:
A profecia  é um carisma é uma manifestação do Espirito de Deus, O qual reside no nosso coração
A profecia em línguas não acontece tão frequentemente,  esta precisa de interpretação, pois é dirigida por Deus aos homens.
É necessário ouvir com atenção e devoção a profecia em línguas para poder ser interpretada; a interpretação é dada a alguém do grupo com esse carisma, e este com verdade e obediência diz a toda a assembleia as palavras que interpretou. Deus serve-se de nós como filhos, mas também como servos inúteis.
Aqueles que tem desenvolvido este dom, percebem de imediato quando se trata de oração ou de profecia.
Este assunto é um terreno espiritual muito delicado. Precisa, por isso, de um cuidado muito especial para evitar abusos e falhas.
 

fonte:http://www.pneuma-rc.pt/index.php/viver-o-grupo-de-oracao/304-viver-grupo-oracao/833-ensinamento-sobre-o-dom-da-profecia