DOUTRINA E NOTÍCIAS DA IGREJA CATÓLICA

NOVO RITO DE EXORCISMOS DA IGREJA CATÓLICA

Quem pode fazer exorcismos na Igreja? Vejamos a importante Instrução sobre o assunto. INSTRUÇÃO SOBRE O EXORCISMO Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé 24.09.1985   Excelentíssimo Senhor, Se somos pais conscientes das nossas responsabilidades e amamos nossos filhos, fazemos todo o bem...

A ORIGEM DO SANTO ROSÁRIO

O costume de rezar breves fórmulas de oração consecutivas e numeradas mediante um artifício qualquer (contagem dos dedos, pedrinhas, ossinhos, grãos...), constitui uma das expressões da religiosidade humana, independentemente do Credo que alguém professa. Entre os cristãos, tal hábito já estava em...

BREVE INSTRUÇÃO CATÓLICA

Deus é um ser infinito e eterno. Não tem corpo, porque é espírito, e não pode ser percebido por nossos sentidos. Subsiste em três Pessoas distintas, que são Pai, Filho e Espírito Santo. O Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus. Criou Deus o céu e a terra, e tudo que contém o céu e a...

CONSTITUIÇÃO HIERÁRQUICA DA IGREJA

As seguintes palavras do Papa Paulo VI podem servir como uma pequena síntese da vontade de Cristo para a constituição e organização de sua Igreja:   'Cristo prometeu e enviou dois elementos para constituir sua obra, para prolongar no tempo e em todo o mundo o reino fundado por ele e fazer da...

JUSTIFICATIVA PARA O USO DE VELAS

Símbolo de Cristo, a Luz do mundo  A vela acesa simboliza o Cristo , a "Luz do mundo", conforme ele próprio se qualificou. Por isso, nos ofícios litúrgicos, usam-se freqüentemente velas acesas, sobretudo durante a semana santa e o tempo pascal. Mas o dia da luz é o sábado santo, de noite,...

APOSTÓLICA

O que garantiu a unidade da Igreja católica e sua continuidade até hoje, de maneira ininterrupta, conservando intacto o ?depósito da fé?, que recebeu do Senhor, é a sua apostolicidade; isto é, a sucessão apostólica. Muito cedo a Igreja tomou consciência de que a sua ?identidade e missão? estava...

REFLEXÕES SOBRE O DIA DE FINADOS

Celebração da Finitude Por Maria Clara Bingemer "Ora, Deus não é Deus de morto, mas sim de vivos; todos, com efeito, vivem para ele" (Lc 20,38).   A celebração do dia de finados, ou seja, mortos, nos recorda algo que é ao mesmo tempo belo e dramático enquanto seres humanos: nossa mortalidade e...

A DOUTRINA DA IGREJA SOBRE O ECUMENISMO

NOSSA POSIÇÃO SOBRE O ECUMENISMO   Como somos católicos, não temos doutrina própria e especial. Nossa doutrina é, exclusivamente a do MAGISTÉRIO DA IGREJA:   do qual publicamos excertos de alguns documentos antigos e novos referentes sobretudo a alguns pontos da doutrina católica que hoje...

SÃO IGUAIS TODAS AS RELIGIÕES?

As Testemunhas de Jeová Surgiram nos Estados Unidos, há pouco mais de 100 anos. Seu fundador foi Charles Taze Russell, filho de presbiterianos. Negam a Santíssima Trindade e afirmam que Cristo, antes de se tornar homem, era o arcanjo São Miguel. Modificam os textos bíblicos a seu bel-prazer. Dizem...

O MISTÉRIO DA SANTIDADE NA EXPERIÊNCIA CRISTÃ

CONGREGAÇÃO PARA AS CAUSAS DOS SANTOS CONFERÊNCIA DO CARDEAL JOSÉ SARAIVA MARTINS  NA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA 1 de Março de 2004   O mistério da santidade na experiência cristã   Na minha exposição, abordarei os seguintes tópicos:    A Santidade, elemento...
<< 1 | 2 | 3 | 4 >>

A IGREJA CATÓLICA E SUA DOUTRINA

 

 

 

 

Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal" ou "geral"), chamada também de Igreja Católica Romana  e Igreja Católica Apostólica Romana , é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro. Seu objetivo é a conversão ao ensinamento e à pessoa de Jesus Cristo em vista do Reino de Deus, e concede um papel importante nessa missão à pessoa da Santíssima Virgem Maria (a quem intitulou de "Mãe da Igreja"). Para este fim, a Igreja Católica administra os sacramentos e prega o Evangelho de Jesus Cristo. Atua em programas sociais e instituições em todo o mundo, incluindo escolas, universidades, hospitais e abrigos, bem como administra outras instituições de caridade, que ajudam famílias, pobres, idosos e doentes.

 

A Igreja Católica não pensa como uma Igreja entre outras mas como sendo "A Igreja" estabelecida por Deus para salvar todos os homens. Esta ideia é visível logo no seu nome: o termo "católico" significa universal em grego. Ela elaborou sua doutrina ao longo dos concílios a partir da Bíblia, comentados pelos Pais e pelos doutores da Igreja. Ela propõe uma vida espiritual e uma regra de vida aos seus fiéis inspirada no Evangelho e definidas de maneira precisa. Regida pelo Código de Direito Canónico, ela se compõe, além da sua muita bem conhecida hierarquia ascendente que vai do diácono ao Papa, de vários movimentos apostólicos, que comportam notadamente as ordens religiosas, os institutos seculares e uma ampla diversidade de organizações e movimentos de leigos.

 

Desde o dia 19 de Abril de 2005, a Igreja Católica é liderada pelo Papa Bento XVI. Nesse mesmo ano, ela contava aproximadamente com 1115 milhões de membros  (ou seja, mais de um sexto da população mundial e mais da metade de todos os cristãos, distribuídos principalmente na Europa e nas Américas mas também noutras regiões do mundo. Sua influência na História do pensamento bem como sobre a História da arte é considerável, notadamente na Europa.

 

A Igreja Católica, pretendendo respeitar a cultura e a tradição dos seus fiéis, é por isso actualmente constituída por 23 Igrejas autônomas sui juris, todas elas em comunhão completa e subordinadas ao Papa. Estas Igrejas, apesar de terem a mesma doutrina e fé, possuem uma tradição cultural, histórica, teológica e litúrgica diferentes e uma estrutura e organização territorial separadas. A Igreja Católica é muitas vezes confundida com a Igreja Católica Latina, uma das suas 23 Igrejas autónomas e a maior de todas elas.

 

Segundo o Catecismo de São Pio X, a doutrina católica "é a doutrina que Jesus Cristo Nosso Senhor nos ensinou, para nos mostrar o caminho da salvação" e da vida eterna . "As partes principais e mais necessárias da Doutrina [...] são quatro: o Credo, o Pai-Nosso, os Mandamentos e os Sacramentos" .

 

A Igreja Católica afirma que todas as coisas que ela acredita foram sendo gradualmente reveladas por Deus através dos tempos (desde o Antigo Testamento), atingindo a sua plenitude e perfeição em Jesus Cristo (que anunciou definitivamente o Evangelho à humanidade), que é considerado pelos católicos e outros cristãos como o Filho de Deus, o Messias e o Salvador do mundo e da humanidade .

 

Mas, a definição e compreensão da doutrina católica (que é baseada na Revelação divina) é progressiva, necessitando por isso do constante estudo e reflexão da Teologia, mas sempre fiel à Revelação e sempre orientada pelo Magistério da Igreja. A esta definição progressiva da doutrina dá-se o nome de desenvolvimento da doutrina. Esta Revelação imutável e definitiva é transmitida pela Igreja sob a forma de Tradição. A doutrina católica está expressa e resumida no Credo dos Apóstolos, no Credo Niceno-Constantinopolitano e também em variadíssimos documentos da Igreja, como por exemplo no Catecismo da Igreja Católica (CIC) e no seu Compêndio (CCIC).